1 de março de 2015

Top Cropped

Fiz um top cropped* de crochê a pedido de uma priminha que logo mais vai fazer 16 anos!

Quando ela me falou que queria um top desses estilo biquíni, eu logo disse que não sabia fazer, mas que ia pesquisar...

Claro que fui ao google imediatamente e encontrei várias receitas! e pra minha surpresa descobri que é facílimo de fazer! adorei a experiência!!


(parte da frente)


(parte de trás)

O fio que usei é o maravilhoso Anne Brilho. Ele é incrível: macio, leve e com um brilho bem suave. Encomendei alguns novelos desta cor, bege com dourado, e uns mostarda com dourado também. Com o bege já fiz várias peças, inclusive uma blusinha de verão pra mim! :)

O modelo que me pareceu mais de acordo com o que ela queria foi este: aqui, receita da Círculo.
Também gostei muito deste aqui.


A única dificuldade é acertar o tamanho (pelo menos pra mim...).
A receita traz o P, que é o que eu fiz, mas ficou pequeno pra ela, como eu temia, na parte do busto. 
A circunferência deu certo.

Então, depois de tudo pronto e de ter dado pra ela :(, peguei de volta e fiz duas carreiras a mais na parte do busto, na volta toda, em pontos altos, e ainda terminei com uma carreira de ponto shell, o mesmo que esse barradinho da parte de baixo, pra ficar um acabamento mais gracioso, mas não fotografei depois de refeito... sorry!


Todos esses croppeds são feitos do mesmo modo: duas peças feitas separadamente, que são essa parte do busto, e uma tira com qualquer ponto e motivo que vc escolher, o que torna o projeto bem criativo e livre! nesta tira, que vai formar o que vai cobrir parte da barriga (o nome é cropped, que quer dizer "cortado" em inglês, e, claro, tem que ser bem curtinho...), são costuradas depois as duas peças do busto. Por fim, é só fazer trancinhas pra servir de alça e outro par de tranças pra fechar atrás.

Da próximo vez pretendo usar fio duplo pra que fique mais encorpado (também vi que alguns modelos têm um bojo costurado ou um tecido pra não precisar usar sutiã). Usei agulha n. 3.

Pra acompanhar, fiz 3 pulseirinhas de crochê, finalmente usando aquela técnica de ir crochetando já com as pedrinhas no fio!! há tempos queria aprender e um dia desses minha mãe me ensinou. Na hora fui testar pra não esquecer e adorei trabalhar assim! 



E o embrulho devidamente finalizado com tags feitas por mim, incluindo meus próprios carimbos (o de carretel e os de botões). Adorei! (sim, falta crase no "a" do feito "à mão"... estes foram comprados na Mega Artesanal... )




É isso por hj.
Bons crochês! Boa semana!

23 de fevereiro de 2015

Suculentas

Forrar potes e vasinhos de crochê é sempre um prazer!



Estes vasinhos plásticos de suculentas - plantinhas que vão bem em qualquer lugar, mesmo dentro de casa e precisam de bem pouca água - eu forrei pra uma prima e foi um presentinho de Natal.

Junto coloquei essa bandeja plástica, que pode ficar em qualquer lugar sem atrapalhar e ainda ser molhada.

Mais fácil impossível!

Usei restinhos de fio Bella e Anne, com agulha de crochê n. 3,5, dois fios juntos, pra ficar bem encorpado (não usei cola - fiz tudo bem apertadinho pra que não saia do vaso; assim, se sujar, tem como tirar e lavar!).

O tamanho do crochê e a quantidade de pontos vai depender do tamanho do vasinho ou pote, mas vc pode consultar como fazer isso em vários posts aqui do blog. É só olhar na barra lateral em "Crochê".

Uma boa maneira de adicionar cor a qualquer canto!

Um grande beijo e bons crochês!



4 de fevereiro de 2015

Tempo

Adoro calendários, agendas e caderninhos de todo tipo! 
Este ano fiz um "kit" pra minha mesa de trabalho usando o que já tinha em casa:





O suporte plástico do calendário vcs não adivinhariam de onde veio: de uma caixa de lixo reciclável que encontrei outro dia no trabalho! ainda não sabia exatamente como usaria, mas ficou guardado por 1 ano mais ou menos até servir perfeitamente pro meu propósito!



Já o calendário de papel veio num cartãozinho de Natal feito na escola de um dos meus sobrinhos.


O tecido, com essas cores apaixonantes, eu comprei numa visita à incrível Casa da Arte, aqui em SP (recomendo! eu adorei!!).

Com todo esse material simples mas promissor, só o que fiz foi juntar: passei cola Cascorez com pincel no plástico do suporte (só na parte da frente) e colei o tecido (para tirar as rebarbas, usei uma lixinha de unha - ficou ótimo!!).

Então colei um post-it centralizado na altura do calendário, também colado no tecido.

O caderninho eu tinha nos meus guardados. O que fiz foi encapar com o mesmo tecido e colar uma tag de papelão dessas pra scrapbook. Custo praticamente zero e alegria garantida o ano todo!

******************

Sobre o tempo, achei lindíssima a citação da Judy agora no comecinho do ano:

"Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente." 
                                                                                                                    (Roberto Pompeu de Toledo)

Um excelente ano pra todos nós! 

26 de janeiro de 2015

Abajur renovado

Meu abajur do quarto é beeeem velhinho, mas gosto muito dele e não pretendia trocá-lo, já que funciona perfeitamente e adoro o formato alongado dele. Só a cúpula é que eu já estava enjoada de olhar, depois de muitos anos, uma espécie de juta: 



Então resolvi revesti-lo de crochê assim:


Que tal?

Não sei se dá pra perceber o brilhozinho da linha pelas fotos; é muito lindo o efeito (fio Encanto, da Círculo, dourado - cor n. 7577)

Comprei alguns novelos dela pra fazer uma blusinha de verão, mas, depois de algumas tentativas frustradas, desisti, porque não é fácil conseguir dar um nó ou fazer qualquer arremate com ela, já que é lisa demais e acaba desfazendo... uma pena!

Então resolvi tentar usá-la pra forrar a cúpula e deu certo, porque os arremates ficam por dentro e se algo se desfizer não há tanto problema.




Primeiro tirei a cúpula da base e forrei a peça toda, daquele jeito que já expliquei AQUI, como sempre faço para cobrir latinhas e todo tipo de objeto circular.

Achei que se complementasse com algum detalhe como flores ia ficar mais alegre:


Então peguei ESTA receita de flor, que fica bem bonita porque tem volume. E fui costurando as flores em torno do crochê já pronto (antes de "vesti-lo" na cúpula, claro). 
Pra costurar as flores, usei agulha comum de costura e o próprio fio Encanto (não foi nada fácil conseguir passar este fio por entre os pontos, porque ele escorrega demais, mas por fim consegui)! Quem optar por colar, também dá certo! só acho muito importante que todo o contorno maior da flor fique bem grudado na peça, senão as flores ficam caídas, sem forma. 

São 4 flores em torno da cúpula.
Não precisei colar nada, porque ficou bem justo (fiz a medida de pontos bem apertada, para que não ficasse saindo depois de colocado ou com aspecto frouxo...). 

Pra falar a verdade, não sei mais dizer se usei ponto baixo ou meio ponto-alto... rsr mas acho que é mesmo ponto baixo, com agulha n. 3,5 e apenas 1 fio de Encanto. 




E assim meu quarto ganhou um abajur novinho!



Obs. 1: no meu criado-mudo não pode faltar: abajur, rádio-relógio e livro. Gosto muito do aconchego dessa peça e não ficaria sem ela por nada! Quanto ao rádio-relógio, meu marido sempre dá risada dizendo que só eu no mundo ainda uso, porque todos usam celular ou algo mais moderno, mas não ligo e faço questão de ter um... E vcs, gostam de ter o quê ao lado da cama? Queria saber...

Obs. 2: forrar uma cúpula de abajur com tecido é bem fácil e fica lindo! Eu  já fiz um AQUI. Lá tem link pra um ótimo tutorial!

Obs. 3: o livro do criado-mudo é a maravilhosa biografia "Frida", de Hayden Herrera, que acabei de ler.

Beijos e uma ótima semana!

20 de janeiro de 2015

Divino

Aqui está meu primeiro projeto do ano concluído:


Fiquei feliz porque foi um daqueles trabalhos que vêm à mente e no mesmo momento já encontra o que tem em casa e tudo dá certo como vc imaginou... Não é sempre assim, certo?!

Eu cheguei de viagem e comecei a mexer nos meus guardados, como sempre faço no início de ano, pra dar uma renovada nos enfeites de casa, como os quadros, porta-retratos, etc.

Esta pombinha do Divino de gesso estava lá guardada, com algumas outras, esperando um uso. Então pensei que gostaria de vê-la com cores alegres e vibrantes em volta, talvez uma mandala ou uma flor... (provavelmente inspirada pelos tantos trabalhos bonitos desse tipo que vi na viagem que fiz à Bahia).



Então peguei meus fios ("Bella" o cor de laranja e "Rayontex" o mostarda; 2 fios juntos pra ficar encorpada; agulha 3,5) e saí à caça da minha pasta de receitas impressas da internet e logo encontrei este gráfico. Não lembrava como ficava depois de pronta exatamente, mas sabia, pelo desenho que ficaria uma flor bonita.

O gráfico é free neste lindo blog AQUI.

O papel de scrap com bolinhas laranja eu também tinha e achei que ficaria ótimo como pano de fundo se eu usasse em uma moldura...



 A moldura (velhinha, da Tok & Stok) eu sempre uso e vou trocando o "conteúdo"... Tirei o vidro e colei com alguns pontos de cola quente o papel na parte de trás da moldura (depois é fácil remover quando sujar ou eu quiser trocar...).



 Também com a cola quente fixei a pombinha na flor de crochê (incrivelmente, o tamanho ficou perfeito, sem que eu tivesse calculado nada!). :)

 
E finalmente colei a flor no papel, já na moldura (coloquei alguns pingos de cola por trás do crochê também para que a flor ficasse bem esticada, já que eu não engomei o crochê). Assim, acredito que quando eu resolver tirar do lugar, possa fazer sem estragar o trabalho, apenas o papel.


E com isso a parede da sala ficou renovada, com a boa vibração emanando das cores e da simplicidade da pombinha. Gostei muito!

Como tenho outras duas pombinhas destas, pensei em fazer outras flores e pendurar com fio de crochê, que tal?

Bom início de ano a todas, cheio de cores e bons motivos pra criar!
beijos 

7 de janeiro de 2015

Retrospectiva 2014

Olá! Como passaram o fim de ano? Espero que muito bem!

Desculpem pela demora em atualizar o blog, mas viajei e acabei não programando nenhuma postagem...

Como todo fim de ano, em dezembro juntei algumas fotos de projetos do blog mês a mês. 
Acho sempre uma delícia relembrar o que fiz, o que aprendi, o que compartilhei. As escolhas de cores e fios de acordo com as estações também são um aspecto que acho interessante analisar depois, passado algum tempo.

Infelizmente constatei o que já imaginava: postei bem menos aqui no blog ao longo do último ano. 
Acho que não fiz menos coisas, mas me dediquei menos a ele. Em média foram 2 posts cada mês, sendo que meu hábito sempre foi postar 1 vez por semana...

Com certeza essa diminuição foi devida à "chegada" do Pinterest... o que não é algo ruim, pelo contrário, é uma fonte infinita de prazer e de inspiração. Tenho aprendido tanto com tutoriais, fotos, indicação de novos blogs, tudo separado por tema, o que torna a vida craft tão mais fácil que já não posso imaginar a vida sem ele! mas como tudo, ele traz um ponto negativo: são tantas fontes, tanta inspiração, tanta informação junta que às vezes o que sinto é que só fico olhando e me inspirando, mas pouco produzindo. 
Na cabeça, centenas de projetos ficam prontos, mas na prática nem tantos.

E o mesmo deve ter acontecido com muitas das minhas leitoras (além do Facebook, claro!!), porque notei, ao longo do ano, uma queda grande nos comentários deixados aqui. Disso sinto muita falta, porque não tendo essa troca o blog fica sem graça a meu ver...  mas entendo perfeitamente que isso aconteça, porque eu mesma fiquei mais distante dos meus blogs favoritos e confesso que às vezes dá muita preguiça de comentar.

 Acho que nos habituamos cada vez mais com a rapidez do botão "curtir". Infelizmente não tem como ser assim no blog; além disso alguns ainda pedem que se digite senha. Enfim, adoraria que o funcionamento dos blogs tivesse alguma grande alteração quanto a isso, facilitando essa parte de interatividade. Ao menos no Blogger não vejo como fazer isso... 

Mas no todo o ano craft foi muito bom pra mim. Além do meu crochê amado de sempre e companheiro de todos os meses, aprendi coisas novas e descobri uns tantos hobbies que vieram se juntar aos meus. 

Vamos rever alguns desses projetos então?

janeiro
O amarelo imperou no meu verão: 
almofadas de crochê pra sala e móbile de barquinhos à vela para o banheiro da chácara.

Ainda em janeiro, de férias na chácara, alguns pontos dados no meu jogo de tapete de crochê azul (ele fica lá, me esperando na prateleira, e só quando viajo pra lá é que faço algumas carreiras... por isso o jogo ainda está inacabado, mas este já está em uso...). Trabalhar com barbante não é o meu forte definitivamente...

fevereiro

Ainda com as cores de primavera-verão, criei um porta-atividades de feltro pra filhinha de uma amiga: com flor aplicada na capa e bolsinho dentro pra guardar bloquinho, giz de cera, etc.

Também crochetei a Maybelle Flower, em barbante fino amarelo, que tem inúmeras funções. Na foto, abaixo da flor de lótus de porcelana que ganhei.

março
Uma touquinha de crochê acompanhada de flores e um cachecolzinho combinando. Este foi um conjunto que fiz pra filhinha de outra amiga que ia viajar para a Suécia.

Ao lado, um crochê colorido, estilo mandala: é um cobre-jarra.

abril


Claro que em abril o tema era Páscoa. Tive a ideia de fazer um coelho de feltro usando o cone plástico de lã que tinha guardado!

maio

Friozinho chegando...
Fiz um conjuntinho de crochê pra uma priminha estilo vintage que adorei!

E três pares de luvas pretas de crochê! descobri esse modelo, muito fácil e sem dedos, que os adolescentes adoram! fiz uma pro filhote (a da foto), mais duas para meninas.

junho


Em junho vem o desejo de tricotar: fiz uma golinha com esse fio vermelho com mescla de roxo. Muito macio e gostoso de usar.

E talvez a melhor peça do meu ano: casaquinho verde de crochê! Amei!

julho

Frio estabelecido, postei meu colete de crochê com listras (na verdade, foi feito no ano anterior, mas só postei este ano).

E uma boina (minha primeira!!). Adorei o modelo dela, apesar de ter ficado pequena pra mim (foi feita especialmente pra uma prima adolescente).

agosto


Nossa! acho que foi o mês mais produtivo: minha paixão por pompons que eu descobri este ano (fiz muitos deles, mas percebi que não postei o produto-final: um cachecol!! mostro logo mais).

Uma tela que eu mesma pintei e que dá um colorido incrível numa parede branca ("arte para não artistas"... rs)

Um poncho lindo em tons de cinza e lilás (com pompom...).
E um porta-absorvente de feltro.


setembro


Setembro, que é meu mês preferido, ficou só com este girassol... fiquei espantada ao ver que foi a única produção postada...
Mas muito interessante de fazer, recomendo!!

outubro


Aqui, meus colares de crochê, que fazem bastante sucesso quando uso!
E a capa para o meu pufe em tons de laranja.

novembro


Ahhhhh, que bom: um bordado ao menos!! e com aplicação de tecido - que é uma combinação que eu amo! fiz pra uma ecobag que uso desde então!

dezembro


Em dezembro, claro que fiz muitas coisas natalinas, como a latinha de boneco de neve (reciclada) e o meu primeiro panô!


Aliado aos meus trabalhos de sempre, ainda tive a bênção de descobrir novos hobbies, que encheram vários dos meus dias de alegria: fotografar itens da natureza que tenho costume de pegar nas minhas andanças, como pedras, folhinhas, frutos, flores mortas. Sempre tive o hábito de coletar, mas nunca tinha arrumado, fotografado e dado um "uso" pra eles. Inspiração vinda da Lucy e principalmente da Geninne (esta artista mexicana foi a minha grande e melhor descoberta do ano, definitivamente! amo cada um dos projetos dela e me identifiquei completamente com o estilo!).

Dela veio também a ideia para a borboleta que pintei numa tela bem pequena e para a delícia de fazer os próprios carimbos com borracha!! sim, finalmente fiz carimbos! muitos deles! qualquer dia vou mostrar o passo a passo.


Ainda tive a participação no desafio de fotos "Scavenger Hunt", que também adorei (acabei não participando do de dezembro, pq é um mês muito corrido, mas pretendo retomar neste ano).

Enfim, foi mais um ano produtivo, com muitas cores e grandes descobertas pra mim! além das leituras e dos meus desenhos a lápis, que acabaram ficando de fora deste mosaico, que pena!

Espero que este novo ano seja apenas tão bom quanto o que passou, nem ouso desejar que ele seja ainda melhor...

Espero também que vcs me acompanhem por mais uma caminhada mês a mês celebrando a vida através da arte.
Muito obrigada pela companhia até aqui! Aprecio muitíssimo cada visita, cada e-mail, cada comentário de vcs!

Feliz novo Ano!

18 de dezembro de 2014

Natal





Este é o boneco de neve que criei usando uma latinha de leite condensado.
Muito fácil de fazer e ótima pra enfeitar e colocar coisinhas dentro. 
Eu fiz a minha pensando em bombons para os pequenos (e grandes... rs) que vêm em casa nessa época.

Essa latinha é mais estreita e mais alta do que as comuns, mas dá pra fazer em qualquer outra lata, de qualquer tamanho ou formato. O importante, claro, é lavar bem e tirar aquelas pontas cortantes que ficam na parte de dentro. (Meu marido dobrou ela toda com um alicate pra ficar arredondada e não machucar. :) )

Usei fio Anne (duplo) e agulha de crochê 3,5.
Dois botõezinhos pretos para os olhos.
Linha preta de bordar para a boca.
Um pedaço de feltro laranja para o nariz e fio laranja de bordar para o pespontado dele.

O primeiro passo é  fazer um cordão de correntinhas de tamanho suficiente pra "abraçar" a lata: você faz as correntinhas com a lata do lado e "veste" nela até chegar à largura certa (tem que ficar bem apertadinho, porque depois de pronto laceia).

Feito cordão de correntinhas, feche com um ponto baixíssimo pra ficar um círculo (você vai trabalhar as carreiras circularmente, na altura, fechando com ponto baixíssimo todo final de carreira (na minha lata deu 12 carreiras).
Usei meio ponto alto, pq rende bem e acho que fica mais bonito que o ponto alto. Então é só ir fazendo as carreiras até chegar à altura da latinha, terminando com o ponto baixíssimo pra fechar.

Eu coloquei uns pingos de cola na lata pra aderir melhor ao tecido, mas se a intenção é tirar depois, não precisa colar.
Pra finalizar, colei um pedaço de grellot (as bolinhas em fios) branco na volta da lata.
E pronto: depois é só encher do que mais apetecer!

Pra ver o passo a passo de como forrar com crochê potes e latas em geral, eu tenho  aqui um tutorial com fotos.

Acho que podem formar lindos presentinhos de Natal, com biscoitos caseiros muito fáceis, como eu fiz aqui ou aqui (também poderia ser recheada com forminhas pra cupcake e uma receitinha escrita acompanhando... ou uma toalhinha bordada enrolada com fita... ou um doce caseiro com uma colherzinha bonita amarrada por fora... ou com lápis e canetinhas, como aqui... ou ainda com uma plantinha ou vasinho de flor dentro... ah, são tantas ideias que cabem aí que eu poderia ficar o dia todo escrevendo...).

PS: A toalha da terceira foto é uma mandala que adaptei. Tem receita: aqui.

***********************

Um grande beijo e ótimos preparativos!